Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

desde 1979

Um blog pessoal sobre várias visões: comida, cinema, música, alguma cultura, política e o dia-a-dia.

desde 1979

Um blog pessoal sobre várias visões: comida, cinema, música, alguma cultura, política e o dia-a-dia.

Vanity Fair

por Luís Veríssimo, em 16.09.15

Em Agosto de 1991 a revista Vanity Fair publicava uma das suas capas mais icónicas: Demi Moore ousou posar nua e grávida. A lente magistral de Annie Leibovitz fez da actriz um ícone da moda e do estilo, que ainda hoje perdura. Moore estava grávida de 8 meses da sua segunda filha, Scout LaRue Willis, fruto do seu casamento com Bruce Willis, haveriam de ter três filhas em comum. A ousadia valeu-lhe críticas, mas também rasgados elogios e o seu cachet para filmes aumentou consideravelmente.

Há dias, uma política portuguesa, Joana Amaral Dias (JAD), antiga deputada do Bloco de Esquerda, cabeça de lista por Lisboa pelo AG!R, coligação resultante dos partidos PTP e MAS, ousou fazer o mesmo: posar nua para a revista Cristina. JAD foi igualmente elogiada, mas sobretudo foi muito criticada. Dias depois  aparece novamente nua na cama da revista Vidas do Correio da Manhã. Para mim, o problema não é JAD se despir e se deixar fotografar nua para uma revista com o seu companheiro por trás. O problema é que a fotografia é má, a luz é má, os constastes são maus, as sombras são más, etc. A segunda foto nem merece comentários....

Eu próprio não faria melhor, mas eu não sou fotografo...

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D

Favoritos