Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

desde 1979

Um blog pessoal sobre várias visões: comida, cinema, música, alguma cultura, política e o dia-a-dia.

desde 1979

Um blog pessoal sobre várias visões: comida, cinema, música, alguma cultura, política e o dia-a-dia.

no supermercado...

por Luís Veríssimo, em 12.10.15

... ela, que andava distraída às compras com a filha, olha para mim de repente com um sorriso de orelha a orelha e diz:

- Sempre conseguiste!

Fiquei atónito! Não a conhecia de lado nenhum. E não consegui abrir a boca. Estava eu a tentar reproduzir um som qualquer, nuns meros segundos que pareceram uma eternidade, ouço atrás de mim a voz de um homem:

- Claro que sim. Claro que consegui. Mas julgava que estavas a falar com este senhor. - apontando para mim.

Lá consegui dizer qualquer coisa: Também julguei que estava a falar comigo e fiquei tão surpreso que nem tive reacção.

Ela desfez-se em desculpas. Ele beijou a criança que o tratou por papá, de seguida beijou a mulher na boca. Ele conseguiu despachar-se mais cedo para ir ter com elas.

Eu apanhei um susto, mas diverti-me.

7 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D

Favoritos