Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

desde 1979

Um blog pessoal sobre várias visões: comida, cinema, música, alguma cultura, política e o dia-a-dia.

desde 1979

Um blog pessoal sobre várias visões: comida, cinema, música, alguma cultura, política e o dia-a-dia.

Cinema | Bandas Sonoras | Os Oito Odiados (2015)

por Luís Veríssimo, em 05.01.16

Aviso: para ouvir enquanto se lê o post.

Quentin Tarantino está de volta. O seu mais recente filme, o oitavo, "Os Oito Odiados", "The Hateful Eight" no original, estreou nos EUA no dia de Natal, ainda a tempo de poder vir a ser nomeado aos Oscars, e estreia em Portugal a 4 de Fevereiro. No outro dia dei com banda sonora do filme no Spotify e adorei...

Tarantino é um cineasta completo, mesmo que às vezes algumas das experiências que faça possa, eventualmente, correr menos bem. É um cineasta completo porque, tendo o apoio e/ou a criação de outros, pensa tudo, todos os pormenores, desde a realização, passando pelo argumento, fotografia, montagem e até as bandas sonoras. Quase sempre com uma componente original e umas quantas músicas emprestadas a vários artistas, as bandas sonoras dos seus filmes são sempre extremamente cuidadas e perspicazes. As bandas sonoras dos seus filmes são peças por si próprias, que vivem e respiram livremente, não se livrando, de qualquer forma, de serem tarantinianas, mesmo sendo independentes.

O compositor italiano Ennio Morricone, que conta já com 87 anos, está por trás de praticamente todas as bandas sonoras dos filmes de Tarantino, da parte original e dos arranjos. Morricone é autor de muitas bandas sonoras emblemáticas, como por exemplo a do filme "O Bom, o Mau e o Vilão" (1966) de Sergio Leone. Foi através dos filmes de Leone que Morricone passou a ser conhecido e ficou para sempre colado aos chamados westerns spaghetti. As bandas sonoras que compõe e arranja são muito ricas e diversificadas, com referências à música clássica e às bandas sonoras de outros filmes, com voz subtis e dramáticas, levando até ao humor.

O filme "Os Oito Odiados" pode vir a revelar-se uma grande porcaria, mas a sua banda sonora é de uma eficiência dramática extrema, encorpada e sumarenta. Está, aliás, já nomeada para os Golden Globes e espera-se que também venha a ser para os Oscars.

3 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D

Favoritos